terça-feira, 8 de junho de 2010

Homenagens feitas para mim


Um dia surge em meu complexo de vida,
Aposta que posso fazer algo.
Fico receosa com tanta confiança,
Encanto-me com sua animação.
A força vinha de longe,
Mas parecia um amigo de infância.

Por ser real,
Vibrei com o presente.
Surgiu mais que um poeta.
Ele pode ser dramaturgo,
Diretor a ator profissional,
Mas pra se manter nessas posições,
Ele tinha que ser um humano motivado.
Alguém que sente prazer em ensinar,
E disponibilidade de aprender.

Com requisitos de valorizar a arte,
Não segue só.
Reconhece que precisa divulgar,
E transmitir para o mundo novos talentos.
Sua inclinação para a cultura,
É pintada de passos para frente,
É marcada pela extensão de sua mão.
Sem sua presença,
Sei que é um coordenador hábil.
Convive com as dificuldades,
E não se esconde nelas.
Supera e leva a felicidade de sua escolha.

Não tenho convivência,
Mas reconheço sua dedicação.
Meus aplausos você já possui Fábio.
Te desejo sucesso sempre.

Verônica Ribeiro

2 comentários:

Veronica disse...

Vc merece Fabio!Poesias e aplausos são poucos pra ti!

Vilma disse...

Verônica,querida,uma linda poesia e uma belíssima homenagem!Beijos,no coração,Vilma Belfort.